Ideias de redução de custos para grandes empresas

15.06.21 15:57:23 Por TARGIT Brasil

Se você não está crescendo, está morrendo. Você já ouviu isso centenas de vezes antes, mas há mais sob essa superfície idiomática. Se você não está constantemente descobrindo e gerenciando novas maneiras de apoiar o crescimento e a saúde do seu negócio, aposto que você está perdendo dinheiro na mão.

As empresas estão mudando seus processos de negócios para operar de forma mais enxuta e mais mesquinha do que nunca - mas como você sabe que está operando da forma mais eficaz e eficiente possível? Sem esta pergunta concretamente respondida, você está deixando dinheiro na mesa.

A única constante é a mudança?

Nos negócios como na vida, a única constante é a mudança. A imagem pode ser nebulosa e os riscos são substanciais, mas é seu trabalho garantir que o negócio seja executado de forma eficaz e eficiente. Para empresas maiores, um único deslize pode custar milhões de dólares em lucros cessantes. Para empresas menores, isso pode significar a morte. Isso constantemente coloca em teste as habilidades estratégicas, analíticas e de gerenciamento dos executivos de nível C.

O gerenciamento inteligente de dados expõe os buracos em seu barco. Sem o insight adequado e abrangente sobre a saúde da empresa, você está, sem dúvida, despejando dinheiro em águas perigosas.

A maioria das empresas de um determinado tamanho já possui sistemas formais de gerenciamento e análise de dados que fornecem aos executivos e gerentes KPIs e relatórios relevantes regularmente ou mediante solicitação.

Eles têm armazéns de dados consideráveis ​​gerenciados por seus departamentos de TI. Grandes quantidades de tempo e recursos são gastos no gerenciamento e análise de dados, mas eles só conseguem arranhar a superfície do potencial. Além disso, eles regularmente deixam de apoiar totalmente a gestão em momentos críticos, quando decisões cruciais devem ser tomadas em curto prazo.
Isso soa familiar?
Se sua resposta for "sim, mas ..." deixe-me interrompê-lo bem aí. Muitas vezes, tenho ouvido de funcionários em todo o mundo que acreditam que simplesmente não têm tempo ou recursos para adicionar BI à sua agenda ou aprender como otimizar seu uso. Essas empresas estão sofrendo por isso. Muitos, mesmo sem saber.

Há uma série de sinais de alerta sinistros que indicam que uma empresa está deixando dinheiro precioso escapar. Queremos acabar com isso provando cinco ideias de corte de custos para a sua organização empresarial.

A Cinco ideias para corte de custos.

1. Elimine suposições ao conhecer a fidelidade do cliente
A fidelidade do cliente é conquistada com mais dificuldade do que nunca. Em um cenário de consumo em rápida mudança, o que a fidelidade do cliente ainda significa e como pode ser quantificada? Existem indicadores objetivos e subjetivos de fidelidade do cliente que devem ser monitorados de perto, como taxas de conversão, taxas de rotatividade, taxas de renovação, probabilidade de recomendação e métricas de uso.

Acompanhar a fidelidade do cliente ajuda a provar a eficácia do marketing em números reais. Você pode detalhar para ver quais campanhas funcionaram e quais não, e controlar as despesas de marketing, concentrando-se no que é mais importante. Esse conhecimento ajuda a aumentar o envolvimento com os clientes de uma forma mais significativa e informada, o que gera confiança e, em última análise, lealdade.

2. Depender menos do departamento de TI para obter um relatório ou análise

Há muitas etapas envolvidas na obtenção de uma representação precisa dos dados de sua empresa, se você ainda estiver gerando relatórios manualmente. Existe o processo de extrair os dados, manipulá-los manualmente com base nas suas necessidades e validar as informações para garantir que os relatórios reflitam os dados corretos. Normalmente, isso só pode ser feito pelo departamento de TI para que aqueles que precisam das informações não possam puxá-las ou ajustá-las por conta própria. Para muitas empresas, isso significa que pode levar dias para fazer uma única análise.

A geração de relatórios e análises é demorada e complexa. Se você não tem graduação em ciência da computação, é improvável que domine o sistema. E as informações não fazem nenhum bem se você não puder acessá-las quando precisar. As fontes de dados e a complexidade estão se expandindo rapidamente. Não é apenas vital medir e monitorar os dados internos - incluindo os dados internos ocultos - mas agora as empresas devem ser capazes de encontrar e analisar dados relevantes no oceano de dados externos.

Esta é uma grande perda de tempo e recursos da empresa. Tempo desperdiçado é igual a dinheiro desperdiçados.

3. Monitorar seus KPIs todos os dias - sim, TODOS os dias

Um KPI não indica muito se só está sendo examinado uma vez por mês. Os KPIs devem ser medidos com frequência. No mínimo, eles devem ser monitorados diariamente. Idealmente, eles são monitorados 24 horas por dia, 7 dias por semana. Se levar dias desde o momento em que você solicita uma análise até o momento em que ela chega à sua mesa, simplesmente não é possível tomar decisões estratégicas de negócios.

A extração de dados todos os dias, várias vezes ao dia, mantém um controle constante sobre a saúde da sua empresa, observando não apenas os grandes picos e vales, mas todas as pequenas mudanças nos negócios que podem, em última instância, se traduzir em muito dinheiro.

4. Obtenha uma visão clara das operações

Como você pode tomar decisões sem uma visão completa de todas as operações de sua empresa? Você deve ter o poder de traduzir dados em visualizações com o toque de um botão. O que antes era uma planilha complicada, de repente se torna uma resposta simples.

Mas não se trata apenas de gráficos de dados; trata-se de trabalhar com as informações para ver onde começam as tendências e como avançar com elas. Nenhum detalhe é muito pequeno com as ferramentas certas. Quanto mais a imagem de uma empresa entra em foco, mais decisões podem ser tomadas com segurança e inteligência.

5. Certifique-se de que todos estejam na mesma página

Não apenas a quantidade de fontes de dados disponíveis está crescendo, mas também a complexidade dos dados. Como resultado, há um aumento no número de especialistas em análise que gastam uma quantidade cada vez maior de tempo desenvolvendo relatórios e análises para uma base de usuários estendida dentro de uma empresa. Com diferentes usuários manipulando dados de maneiras diferentes, é um desafio manter uma visão consistente em toda a empresa.

Isso é especialmente aparente quando esses relatórios são gerados no Excel e as manipulações residem apenas nos próprios arquivos de um indivíduo. Eles podem então ser compartilhados por meio de relatórios em papel, boca a boca, e-mails ou pela rede da empresa, causando mais fragmentação e perda de controle da consistência dos dados. É fundamental trabalhar com uma única plataforma de análise que forneça uma experiência de usuário consistente. Desta forma, quaisquer alterações ou manipulações são refletidas em tempo real.

Os executivos de nível superior não são os únicos que precisam se mostrar flexíveis e ágeis. Transparência e objetivos claros ajudam o gerenciamento de mudanças a se espalhar pela organização. As análises devem ser facilmente compartilhadas por toda a empresa, com apenas os dados relevantes para cada indivíduo ou departamento mostrados automaticamente. Painéis também podem ser adicionados aos monitores em toda a organização, para que cada departamento e equipe possa acompanhar sem esforço a progressão dos projetos em andamento.

Qual é a maior ideia de corte de custos de todas?

Se você ainda não percebeu, a solução para todos esses problemas é uma estratégia de BI.

Você está ficando para trás se não tiver um. O Analytics está mudando drasticamente a maneira como as empresas coletam e gerenciam dados. Está transformando as organizações de responsivas a dados para orientadas a dados.Na acelerada realidade de gestão corporativa, o BI fornece o bem mais valioso de todos: tempo. Tempo perdido esperando por relatórios solicitados e gasto em briefings de desempenho e reuniões que poderiam ter sido evitadas. Sem mencionar o tempo perdido antes que problemas ou desvios de KPI encontrem seu caminho pelo sistema e caiam em sua mesa. Ele coloca os dados e análises necessários para tomar decisões informadas, rápidas e inteligentes na ponta dos dedos.

Não há tempo para hesitar. Como todos sabemos, no mundo dos negócios, tempo é igual a dinheiro. É hora de transformar seus dados valiosos em dinheiro.
Veja também

As 10 melhores práticas de BI

Saiba mais
Matéria original em Inglês no site oficial TARGIT Int. Clique aqui.